6 de abr de 2010

Ouvi com os ouvidos que Cristo há de ressuscitar...


Parte I

Ouvindo um pastor pregar outro dia, ele falou o seguinte: "Não é pecado algum eu ir à loja mais cara da cidade e comprar uma roupa cara."

Isso me deixou pensativa... Eu sem conhecer os preços e a fama dessa loja, havia entrado um tempo atrás lá... procurando um vestido... o mais simples custava 300 reais...

Fiquei pensando quantos vestidos eu compraria em outra loja. E o quanto uma família que ganha um salário mínimo ficaria feliz com a renda extra de 300 reais.


Daí, eu fiquei pensando num trecho de um livro que li há algum tempo:

"Não há fórmulas para definir um 'nível de vida' apropriado para todos os cristãos, mas isto não nos exime de buscar honestamente uma coerência entre o uso que fazemos dos bens materiais que possuímos e os valores do reino de DEUS.

Há algo errado se aceitamos com naturalidade que, se ganhamos bem ou se recebemos uma boa herança, temos o direito de desfrutar dos luxos que a sociedade consumista nos oferece, sem nem sequer nos perguntarmos se tais luxos não devem ser renunciados a fim de liberar recursos para satisfazer as necessidades mais urgentes - não as nossas, mas de outras pessoas.

Nas palavras de João: 'ora aquele que possuir recursos deste mundo, e vir seu irmão padecer necessidade, e fechar-lhe o coração, como pode permanecer nele o amor de Deus?' [.....] Em um contexto de graves necessidades físicas e materiais, um estilo de vida simples em favor do próximo é uma exigência de amor. [....]

Em todo nosso continente são numerosos os exemplos concretos do que igrejas e organizações evangélicas podem fazer e estão fazendo em resposta às necessidades humanas quando elas se abrem para a ação do Espírito de Deus, quando estão dispostas a sacrificarem-se pelos demais e dão espaço para a criatividade. [....]

Deus não nos chamou para estabelecer seu reino sobre a terra. Deus nos chamou para arrepender-nos de nossos pecados (incluindo a injustiça, o preconceito racial, o abuso de poder, a exploração irresponsável da natureza, o materialismo e o individualismo que caracterizam nossa sociedade) e para receber com alegria a boa nova do reino que chegou até nos na pessoa e no ministério de Jesus Cristo. " (René Padilla em O que é missão integral?, p. 82-84)


Será que temos vivido integralmente para Jesus Cristo? Ou apenas aos domingos? Na hora das compras, ELE que espere do lado de fora.... talvez pedindo uns trocados para comer....



Um comentário:

  1. Olá,Thaty!
    Gostei muito do blogue.
    Uma benção em minha vida.
    Este post é um convite a uma importante reflexão.
    Grata por compartilhar!

    P.S. Reproduzi lá no meu blogue,com os devidos créditos,ok?!
    Qualquer objeção me comunique.
    Um abraço.

    ResponderExcluir