17 de dez de 2011

Lágrimas

Elevo meus olhos para os montes, de onde me virá o socorro? Salmo 121.1



14 de nov de 2011





Hoje dirigindo pra casa, parei meu carro para uma senhorinha de cabelos brancos presos a um coque atravessar a rua... Ela ficou espantada e fez cara de brava...não me agradeceu.

Eu sorri pra ela e pensei comigo... nem sempre eu paro (quase sempre estou com pressa e muita), mas quando paro, espero um obrigada.

De qualquer maneira, quando uma gentileza é feita, o mundo fica mais dócil, porque você se permite ser usado por Deus para manifestar sua bondade.

Quem sabe você se torne um pouquinho melhor, alguém que demonstra ao outro que a vida dele vale muito e aprende que sozinho, não consegue ser realmente bom.

Fazer o bem e ponto. Sem sorriso, sem obrigada, sem ficar cheio de si, sem recompensa alguma. Isso só mesmo Cristo fez.